06/05/2013 às 10:44:01

Semana "Carrossel": Margarida faz declaração de amor a Daniel

Por Fabrício Falcheti
Compartilhe »

Capítulos dos dias 06 a 10 de maio





Segunda, 06 de maio

Os ganhadores da premiação do projeto de audiovisual da Escola Mundial são anunciados pelos professores Helena e Renê. Carmen recebe o Troféu Olivitos como melhor diretora, Marcelina, como melhor roteiro e Adriano, como melhor filme. Suzana espia a festa dos alunos do terceiro ano e fica irritada ao ver a diretora Olívia animada com o evento. Olívia se emociona ao ver os alunos recebendo os troféus e comemora com as crianças. Graça percebe que alguém mexeu em seu carrinho de produtos de limpeza. Helena agradece a diretora Olívia pela ajuda na organização da premiação. A professora pede para Paulo, Jorge e Maria Joaquina esperarem na sala dos professores para uma conversa. Cirilo pede a Helena para que não castigue Maria Joaquina. A professora esclarece que quer apenas compreender a atitude da aluna. No pátio, Jorge discute com a patricinha e diz que não pode mais contar com ela. Cirilo diz à patricinha que pediu à professora que fosse boazinha com ela e Maria Joaquina o destrata. Paulo e Jorge brigam na sala dos professores e Maria Joaquina corre para avisar Helena e Renê. Ao entrarem na sala, os meninos estão comportados e desmentem a riquinha. O professor chama a atenção dos três alunos. Helena encontra sua saia manchada e fica chateada, Marcelina a consola. Ao ver a saia da professora, Suzana fala para que ela tenha mais cuidado ao lidar com produtos de limpeza, Helena diz que não foi culpa dela. Graça entra na sala dos professores e encontra as duas conversando. Suzana discute com a faxineira e a culpa pelo acidente. A megera fica feliz ao ver Helena triste. O professor Renê repreende Paulo, Jorge e Maria Joaquina e os leva para limpar a praça da cidade. No dia seguinte, a diretora Olívia chega com mau humor na Escola Mundial.


Terça, 07 de maio
Renê prepara uma surpresa para Helena. O professor espera a amada no caminho do trabalho e a presenteia com um lindo vestido. Helena fica muito feliz e agradece ao professor pela sensibilidade após o incidente que manchou seu outro vestido. As crianças falam sobre o resultado da premiação do dia anterior. Eles decidem perguntar para Olívia qual foi melhor filme. A diretora desconversa, finge que nunca elogiou ninguém e exige disciplina. Suzana entra na sala dos professores e ao ver a caixa de presente de Helena pergunta se é seu aniversário. A professora diz que ganhou de um amigo. Suzana pede para ver o presente. Helena, sorridente e feliz, abre a caixa e mostra o vestido. Suzana ironiza e diz que esse amigo deve ter um ótimo gosto. A megera insiste nas maldades e fala que é uma pena Graça ter manchado seu outro vestido. Helena diz que não foi a faxineira. Suzana diz que a professora deveria tirar satisfação com a faxineira, mas já que Helena não quer, ela mesmo fará isso. Enquanto isso, Graça também estranha a mudança repentina de humor da diretora. Durante a aula, Helena explica para seus alunos como funciona o submarino. Firmino diz para Graça que também foi surpreendido pelo mau humor da diretora. A faxineira diz que acha que a chefe é doida. Firmino acredita que ela está sobrecarregada e que deve estar precisando apenas de um bom descanso. Ele lembra que no dia anterior, ela tirou uma soneca, o que deve ter melhorado o seu humor. Graça concorda. Suzana vai até a sala de Olívia e acusa Graça de ter manchado o vestido de Helena por maldade. A diretora fica chocada. Olívia estranha a preocupação de Suzana com Helena. A megera desconversa e diz que se preocupa com o bem-estar da professora. Olívia pede para Firmino chamar Graça e avisá-la que assim que terminar de falar com Suzana irá conversar com a faxineira. Firmino diz para a diretora que as pessoas ficam mais bem-humoradas após tirarem uma soneca. Olívia fica com sono, mas mais uma vez desconversa e manda o zelador ir trabalhar. A diretora pede para Suzana sair da sala para que ela possa conversar sozinha com a Graça. Dissimulada, Suzana pede para Olívia pegar leve com a faxineira e diz que ela é uma boa servente. Hora do intervalo, Jaime e Laura surtam com a demora na fila da lanchonete da escola, pois Graça não está lá. A faxineira está na sala da diretora. Olívia acusa Graça de ter manchado o vestido de Helena com alvejante. A faxineira diz que não foi ela e que até já falou com a professora. A diretora diz que foi ela, sim, e que lhe disseram isso. Graça descobre que existe alguém acusando ela.  Olívia não acredita na faxineira e diz que o valor da saia será descontado de seu salário. Graça fica muito triste e ao mesmo tempo furiosa. Ela pergunta se pode ser descontado em 10 vezes, mas a diretora diz que não, no máximo em três. Graça volta para a lanchonete. Suzana diz que não vai comer a comida de Graça, pois é ruim e tem um péssimo cheiro. Firmino diz que ela deve estar com frescura, pois a comida da faxineira é deliciosa. Suzana vai atrás de Graça e ironicamente pede desculpa por ter “queimado” a faxineira com a diretora, mas reforça que a justiça precisava ser feita, afinal, Helena é tão boazinha. Graça responde em tom irônico: "Ô flor, eu entendo. Você só quis fazer o que achava certo". As duas selam as pazes, mas não dura muito. Graça oferece um cachorro quente para a professora, que aceita. A faxineira prepara um lanche com raiva e encharca o pão de molho. Assim que Suzana morde o lanche, cai molho por toda a roupa. A professora fica irada. Graça diz: "Nossa, que coisa chata. Molho de tomate é uma desgraça para tirar. Só sai com alvejante". Suzana sai correndo atrás de Graça pelo pátio da escola. A faxineira grita muito e entra sem fôlego no meio da aula de Helena. Graça diz que fez besteira. Helena fica preocupada. Graça diz que aprontou e pode se complicar com a diretora e Suzana. Em conversa particular, a faxineira explica tudo o que aconteceu para Helena.


Quarta, 08 de maio
Helena explica à diretora que não foi Graça quem manchou sua saia. Olívia afirma que Graça está demitida e não voltará atrás. Olívia informa aos alunos que Graça foi mandada embora por ter atitudes absurdas. Os alunos contestam em coro que não é justo Graça ser mandada embora por manchar a roupa de Suzana e Helena, pois é só lavar que sai. Firmino tenta acalmar Graça. Graça afirma a Firmino que a saia de Helena não foi ela quem manchou, mas a blusa de Suzana, sim. Olívia dá suspensão à classe de Helena. A professora tenta defender seus alunos e questiona como Olívia irá explicar uma suspensão coletiva a Sr. Morales e ao MEC. Helena comenta com os alunos que eles tiveram uma atitude nobre ao defender Graça. Graça vai à sala de Olívia pedir desculpas. Graça mostra sua barriga à diretora, diz que está grávida. Olívia fica perplexa. Graça explica à diretora que estava escondendo a barriga, usava um uniforme maior e também uma cinta. Olívia sai da sala e Graça tira uma almofada da barriga. A diretora retorna à sala e flagra Graça com a almofada nas mãos. Olívia decide não aplicar a suspensão coletiva na turma de Helena. A diretora volta atrás, não mandará Graça embora. Margarida diz a Daniel que está com um problema horrível: ainda não tem um namorado. A menina comenta que os dois podiam começar a namorar. Daniel afirma que é um “cara” extremamente ocupado, tem que estudar para as provas, dirige a Patrulha Salvadora. Margarida afirma que não se nega uma declaração de amor. Paulo afirma a Cirilo que sabe como ele deve conquistar Maria Joaquina. Paulo diz que vai precisar somente de R$ 10 reais. Cirilo diz que não tem dinheiro. Paulo diz para ele pedir aos pais.  


Quinta, 09 de maio
Margarida espera Daniel para o encontro, mas Kokimoto liga para a menina e diz que Daniel não quer ser seu namorado. O samurai pergunta a Margarida se ele pode ser o seu namorado. Ele diz que os dois formariam um belo casal, um samurai e uma caipira. A menina diz que não, mas Kokimoto pede para ir ao encontro dela e Margarida avisa que não vai esperar muito. Cirilo pede dinheiro à sua mãe, que pergunta ao filho o que ele quer fazer. Paulo mente para Paula dizendo que foi roubado e que precisa do dinheiro, porque seu pai vai ficar bravo com ele.  A mãe de Cirilo fica comovida e dá o dinheiro ao encrenqueiro. Kokimoto vai ao encontro de Margarida na praça e pergunta se ela não quer ser sua namorada. A menina diz que não gosta dele. Kokimoto fica irritado e deseja que a amiga pegue catapora. Paulo vai à banca e usa o dinheiro da mãe de Cirilo para comprar um álbum e figurinhas. Margarida conversa com Bibi e tira dúvidas sobre o relacionamento amoroso e confessa estar apaixonada por Daniel. Ela confessa à amiga que não pode ir para o quarto ano sem um namorado. E conta que Daniel não aceitou seu pedido de namoro. Paulo escreve uma carta de amor para Cirilo, como se fosse Maria Joaquina. Bibi tem uma ideia para ajudar sua amiga Margarida. Paulo manda mensagem a Kokimoto e diz que tem uma missão especial. Bibi diz a Margarida para ela provocar ciúmes em Daniel. As amigas pensam em um plano e decidem procurar um menino para fingir que está apaixonado por ela.  Kokimoto vai à casa de Cirilo e diz que Paulo o mandou lá para avisar que as flores foram entregues na casa de Maria Joaquina, e entrega a falsa carta de amor a Cirilo, que fica muito feliz. Bibi e Margarida decidem que Paulo será o namorado de mentira que causará ciúmes em Daniel. Animado, Cirilo lê a carta de Maria Joaquina, que diz que eles precisam conversas a sós e que o encontro precisa ser na casa abandonada. Margarida vai à casa de Paulo e tenta convencê-lo em ser seu namorado. Ela conta ao amigo que Daniel não quer namorar. Cirilo questiona Kokimoto sobre Maria Joaquina querer que o encontro seja na casa abandonada. O samurai explica que a patricinha quer um lugar que ninguém possa ver. Cirilo diz que na carta não tem data e o horário para eles se encontrarem, Kokimoto diz que pode perguntar a ela com uma condição... Margarida conta a Paulo que para Daniel “dar bola” para ela, o garoto precisa sentir ciúmes. E para isso, precisa de uma pessoa que fale para Daniel que tem um garoto que está apaixonado por ela. A menina revela a Paulo que gostaria que fosse ele. Paulo fica irritado, mas Margarida explica que é de mentira. Paulo diz que não vai fazer de graça e cobra R$ 10 reais. A menina acha caro, mas aceita e diz que vai pagar só no final do serviço. Kokimoto pede dinheiro a Cirilo para perguntar a Maria Joaquina sobre a data e o horário do encontro. Mário e Adriano encontram Margarida e Paulo no parque e brincam com o suposto casal ao afirmar que eles estão namorando. Cirilo diz a Kokimoto que não gostaria de dar todo o dinheiro que tem guardado e questiona o porquê de o amigo precisar do dinheiro. Kokimoto responde que a casa de Maria Joaquina é longe e ele teria que gastar o seu sapato. Cirilo discorda e afirma que a casa da garota é perto. Kokimoto, sem saída, fala ao amigo que ele fica nervoso quando precisa falar com Maria Joaquina e que ele usaria o dinheiro para passar na farmácia e comprar o remédio “estica e puxa”. Cirilo diz não conhecer esse remédio. Kokimoto explica que serve para os nervos. Cirilo acredita. Bibi e Margarida vão à floricultura e compram uma dúzia de rosas vermelhas. Daniel encontra Paulo na praça e pergunta o que ele está fazendo. Paulo diz que está esperando uma pessoa. Daniel convida o amigo para ir à casa abandonada para um campeonato de videogame. Paulo não sabia do campeonato, mas diz ao amigo que tem alguns assuntos para resolver e que não poderá ir. O garoto se lembra do encontro de Cirilo e Maria Joaquina e manda uma mensagem para Kokimoto. No dia seguinte, Cirilo acorda animado e seu pai desconfia que seu filho esteja assim por causa de alguma menina. Kokimoto chega à casa de Cirilo, que pergunta ao samurai se ele falou com Maria Joaquina. Koki recebe a mensagem de Paulo sobre o campeonato de videogame, e diz para Cirilo que o encontro ficou marcado para às 15h. Na Escola Mundial, Graça e Firmino preparam a mesa do almoço para receber a professora Helena e o professor Renê. Paulo liga para a Margarida e a avisa que vai encontrar Daniel na casa abandonada. A garota fica ansiosa para colocar o plano em prática. Helena e Renê se encontram e vão juntos à escola. O casal encontra Suzana na praça. A megera pergunta para onde eles vão. Helena diz que vai à escola almoçar com Firmino e Graça e a convida. Suzana nega o convite, porque a faxineira estará lá. A professora fica irritada por não ter sido convidada para o almoço.


Sexta, 10 de maio
Paulo chega à casa abandonada com flores. Ele conta a Daniel que o buquê é para uma menina, diz estar apaixonado. Renê, Helena, Firmino e Graça almoçam na Escola Mundial. Daniel fica surpreso com a confissão de Paulo. Paulo revela que a garota é Margarida. Paulo comenta que o cupido o acertou. Maquiavélico, Paulo diz a Daniel que precisa encontrá-lo em meia hora na praça. Em casa, Cirilo se veste impecavelmente para encontrar Maria Joaquina. Paulo encontra Margarida, ele diz que contou tudo a Daniel, o que o deixou com ciúmes dela. Daniel vai até a praça e vê Paulo entrgando flores a Margarida. Daniel fica sem saber o motivo de Paulo ter marcado encontro com ele na praça. Margarida vai à sorveteria encontrar Bibi, ela conta que Daniel não ligou de tê-la visto com Paulo. Bibi comenta que os homens demoram para reconhecer que estão apaixonados. Na casa abandonada, Cirilo se decepciona ao encontrar Kokimoto em vez de Maria Joaquina. Os garotos da rua de cima caçoam de Cirilo. Margarida passa um trote em Daniel. No trote, ela se passa por menino e diz que Paulo e Margarida estão namorando. Daniel e Adriano vão à casa de Cirilo, que está extremamente triste por ter sido enganado. Cirilo mostra a suposta carta de Maria Joaquina a Daniel, que afirma que a carta não é da patricinha. Cirilo explica que caiu em mais uma brincadeira de Paulo e Koki. Cirilo conta que foi motivo de chacota para os meninos da rua de cima. Paulo revela a Margarida que Daniel abriu o coração para ele, mas só irá contar se ela pagar R$ 20 reais a ele. A pedido de Daniel, Adriano convoca os membros da Patrulha Salvadora para uma reunião, menos Paulo e Koki. Daniel diz na reunião que Paulo e Kokimoto serão expulsos da Patrulha Salvadora. Paulo lê a suposta carta de Daniel a Margarida. Margarida desconfia dos erros de português da carta. Os garotos afirmam que Cirilo não deve perdoar Paulo e Koki. Margarida lê a carta e fica esperançosa ao saber que Daniel também gosta dela.


Fonte: SBT

publicidade
publicidade
Comentários
publicidade
Preencha os campos abaixo para comentar no NaTelinha.
CAPTCHA Image
restantes


* Os comentários poderão ser moderados.
publicidade