13/12/2013 às 08:57:46

Autor Lauro César Muniz deixa a Record após oito anos

Por João Gabriel Batista
Compartilhe »
http://natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/1476bcb1edd429d018ac2327391628a7.jpg Lauro César Muniz deixa a Record - Divulgação/Record
Autor de "Cidadão Brasileiro" (2006), "Poder Paralelo" (2009) e "Máscaras" (2012), Lauro César Muniz está de saída da Record.
 
O roteirista, cujo contrato expira no próximo dia 31, não continuará na casa no ano que vem e encerrará uma jornada de oito anos ainda neste mês. 
 
Lauro César Muniz deixa a Record de uma forma suave, diferente de seu desligamento da Globo ou de todo o impacto que a saída de seu colega Tiago Santiago teve em 2009. 
 
A saída do autor da emissora é pautada em fatores financeiros e artísticos. Em política de redução de custos, o canal não chegou a propor um salário menor para Lauro e também abriu mão da intenção de produzir uma minissérie sobre o maestro Carlos Gomes, a qual era cotada para o ano que vem.
 
"Fui informado pelo senhor Marcelo Silva  de que a emissora não faria a minissérie sobre  Carlos Gomes, um projeto que eu acalentei durante dois anos. Havia um interesse muito claro da gestão anterior, mas os dois (em referência ao bispo Honorilton Gonçalves e ao diretor de dramaturgia Hiran Silveira) deixaram seus cargos, foram transferidos para outras função da empresa", disse o autor.
 
O futuro de Lauro César Muniz na TV ainda é questionável. Seu regresso à Globo é considerado como pouco provável, levando em conta o fato de como sua saída ocorreu, do grande número de roteiristas que a concorrente já tem à disposição e da sua intenção em investir em novos talentos. Uma ida para o SBT, cogitada em 2009, também é pouco provável já que ainda não há um plano de abertura de segundo horário de novelas e que a intenção da casa é manter o investimento em remakes - causa mesma que justificou a saída de Tiago Santiago em agosto deste ano.
 
O único projeto de Lauro César para o ano que vem é um roteiro de filme a ser produzido em parceria com um estúdio norte-americano.
 
Em tempo:
 
Autor de grande prestígio da Globo nos anos 70 e 80, com "O Casarão", "Roda de Fogo" e "Salvador da Pátria", Lauro César Muniz é um dos responsáveis pela total reestruturação da dramaturgia da Record, ainda que de forma positiva e negativa.
 
Graças ao fracasso de "Máscaras", a direção de Hiran Silveira foi derrubada e várias mudanças ocorreram, como o fim das novelas de mais de 200 capítulos e que se aproximavam de um ano de curação.
 
No entanto, apesar das modificações e da otimização do elenco da Record, até hoje a emissora não se recuperou por completo de "Máscaras". A novela, que sucedeu "Vidas em Jogo", derrubou o Ibope para menos da metade. Mesmo com a sua reformulação, seguido por seu encurtamento e pelo lançamento de "Balacobaco", "Dona Xepa" e "Pecado Mortal", nenhuma destas estratégias levou a Record de volta ao sonhado patamar de dois dígitos no horário das 22h.
 
A crise na faixa faz com que a emissora cogite até mesmo deixar o horário e migrar para as 20h, já que a Globo também tem contribuído para este enfraquecimento ao esticar suas novelas até próximo das 23h.
 
Com informações do jornalista Daniel Castro.
 
publicidade
publicidade
Comentários
  • Júlio Miranda em 16/12/2013 às 14:22:06

    Seria uma ótima opção para o SBT, agora que seus remakes infantis começam a perder força no ibope e Iris Abravanel não consegue amadurecer seu trabalho.

Preencha os campos abaixo para comentar no NaTelinha.
restantes


* Os comentários poderão ser moderados.
publicidade