Fechar X

21 de agosto de 2011 às 20h55

Especial "Fina Estampa": O que vale mais? O caráter ou a aparência?

da Redação
Compartilhe »

Marido de Aluguel. É assim que é descrita a principal personagem de “Fina Estampa”, Griselda da Silva Pereira (Lília Cabral). Viúva, Griselda se viu obrigada a sustentar sua família. Para isso, faz todo tipo de bico, desde troca de torneira até conserto de telhado. Vestida com um macacão e com sua caixa de ferramentas, a batalhadora acabou ganhando ainda outros apelidos na vizinhança, como “mulher macho” e “Pereirão”.
 


Foto: TV Globo/Renato Rocha Miranda
 

Desde nova, Griselda foi obrigada a encarar os desafios da vida. Com 15 anos, já estava casada com o pescador Pereirinha (José Mayer) e grávida. Porém, o esposo, viciado em bebidas alcoólicas, desaparece no mar, sem que seu corpo seja encontrado. De seu casamento, só lhe restou dívidas, seus três filhos, Joaquim José (Malvino Salvador), José Antenor (Caio Castro) e Maria Amália (Sophie Charlotte), e um neto, Quinzinho (Gabriel Pelícia). A família mora de favor na casa de um empresário chinês misterioso, que resolveu abrir mão do aluguel.

Ficha técnica

Uma novela de Aguinaldo Silva
Direção de Marcelo Travesso, Ary Coslov, Cláudio Boeckel, Marco Rodrigo e Marcus Figueiredo
Direção Geral de Wolf Maia
Direção de Núcleo de Wolf Maia
Estreia: 22/08
Horário: 21h
Antecessora: “Insensato Coração”, escrita por Gilberto Braga e Ricardo Linhares

Elenco


Lília Cabral (Griselda Pereira)
Christiane Torloni (Tereza Cristina de Siqueira Velmont)

Adriana Birolli (Patrícia Velmont)
Alexandre Liuzzi (Andrade)
Alexandre Nero (Baltazar Fonseca)
Aline Matheus (Clara)
Ana Carolina Dias (Bianca)
Ângela Vieira (Gisela Pereira)
Arlete Salles (Vilma Prado)
Bianca Salgueiro (Carolina Prado)
Caio Castro (José Antenor Pereira)
Carlos Casagrande (Juan Guilherme Passarelli)
Carlos Machado (Ferdinand)
Carlos Vieira (Fred)
Carol Macedo (Solange Fonseca, a Sol)
Carolina Dieckmann (Teodora da Silva)
Cleiton Echeveste (Jucelino)
Christian Monassa (Max)
Cris Vianna (Dagmar dos Anjos)
Dalton Vigh (Renê Velmont)
Dan Stulbach (Paulo Buarque)
David Lucas (Renê Junior)
Diego Estteve (Reis)
Dira Paes (Celeste Fonseca)
Dudu Azevedo (Wallace)
Eduardo Spinetti (Rui)
Eri Johnson (Honório, o Gigante)
Eva Wilma (Íris Siqueira)
Fábio Keldani (Victor)
Gabriel Pelícia (Quinzinho)
Guida Vianna (Isolina)
Guilherme Boury (Daniel)
Guilherme Leicam (Fábio)
Igor Marques (Caco)
Ítalo Guerra (Reinaldo)
João Vithor Oliveira (Douglas)
Joe Ribeiro (Joe Maluco)
José Mayer (Pereirinha)
Josie Pessoa (Ellen)
Julia Lemmertz (Esther Wolkoff)
Juliana Knust (Zuleika)
Katia Moraes (Marilda)
Luma Costa (Nanda)
Malvino Salvador (Joaquim José, o Quinzé)
Marcelo Brou (Maurício, o Pezão)
Marcelo Serrado (Crodoaldo Valério)
Marco Pigossi (Rafael Fernandes)
Maria Helena Vianna (Irina Grushenka)
Mariana Azevedo (Renata)
Milena Toscano (Vanessa Ribas)
Mônica Carvalho (Glória)
Monique Alfradique (Beatriz)
Paulo Rocha (Guaracy Martins)
Rafael Zolly (Genésio)
Rafael Zulu (Edvaldo Ferreira)
Renata Sorrah (Danielle Fraser)
Ricardo Blat (Severino)
Rodrigo Simas (Leandro dos Anjos)
Rosa Marya Collin (Dona Zilá)
Sandro Pedroso (Mandrake)
Sophie Charlotte (Maria Amália Pereira)
Suzana Pires (Marcela Coutinho)
Tânia Khallil (Letícia Prado)
Thaís de Campos (Alice)
Totia Meirelles (Zambeze)
Vitor David (Leonardo dos Anjos)
Wolf Maya (Álvaro Siqueira)
 
A família de Griselda

Tudo que Griselda faz é pensando em sua família. Quinzé (Malvino Salvador) voltou a morar com a mãe após sua esposa Teodora (Carolina Dieckmann) o abandonar com o filho para ir morar com o lutador de vale-tudo Wallace (Dudu Azevedo) no exterior. Quinzé nunca superou o sumiço da loira, por quem continua apaixonado. Ele trabalha no bar de Guaracy (Paulo Rocha) e se envolve em alguns casos amorosos, mas nada muito sério.
 


Quinzé (Malvino Salvador), Griselda (Lília Cabral) e Amália (Sophie Charlotte)
Foto: TV Globo/Renato Rocha Miranda


Já a caçula Maria Amália (Sophie Charlotte) é responsável, equilibrada e trabalhadora. Vendedora de cosméticos naturais, a jovem faz de tudo para mudar a aparência da mãe, tentando deixá-la mais feminina. Amália namora Rafael (Marco Pigossi), rapaz que trabalha em uma oficina de motos.

O outro filho da protagonista é José Antenor (Caio Castro), estudante de Medicina em uma faculdade particular. O garoto só continuou os estudos devido ao esforço da mãe, que conseguiu uma bolsa para ele. A prioridade de Antenor sempre foi os estudos. Porém, o jovem se envolve em várias discussões com a mãe, já que ele é ambicioso e possui atitudes bastante grosseiras. Ele é apaixonado pela colega de faculdade Patrícia (Adriana Birolli), uma garota vinda da alta sociedade e que vive na Barra da Tijuca. Patrícia é filha de Renê (Dalton Vigh) e Tereza Cristina (Christiane Torloni). Porém, Antenor faz de tudo para esconder sua origem dos familiares de sua noiva.

Mãe de aluguel

Uma das grandes decepções da vida de Griselda acontecerá na mansão de Tereza Cristina. Prestando serviço para a madame, ela acaba dando de cara com a festa de noivado de Patrícia e Antenor. Ao avistar seu filho na festa, Griselda fica desconcertada. Ela descobre que o rapaz contratou uma “mãe de aluguel” para agradar os sogros. A escolhida é Gisela Pereira (Ângela Vieira), apresentada como uma mulher fina, rica e criadora de gado.
 


Patrícia (Adriana Birolli) e Antenor (Caio Castro) -
Foto: TV Globo/João Miguel Júnior 


Mas Griselda não deixará barato. Chorando, ela gritará e dirá a todos os convidados que ela é a verdadeira mãe do rapaz. No início, ninguém acreditará em sua versão. Porém, a falsa mãe não resistirá e contará que é atriz e foi contratada por Antenor. Enquanto isso, Tereza Cristina chega à conclusão que tudo não passou de uma armação de Antenor e Griselda para dar um golpe em sua família. Tanto Griselda como o filho serão expulsos da mansão.

Rica, perua e fútil

A personagem Tereza Cristina será a grande vilã da novela. Considerada uma mulher fútil, a morena não acreditará que a “mulher macho” Griselda foi enganada por seu filho. Ela acha que, desde que Griselda começou a prestar serviços na mansão, ela já planejava um grande golpe. Por isso, Tereza nem pensou duas vezes para expulsá-los de sua casa durante o noivado.
 


Tereza Cristina (Christiane Torloni) e Crô (Marcelo Serrado) ao fundo
Foto: TV Globo/João Miguel Júnior 


Ela é casada com Renê (Dalton Vigh), proveniente de uma família falida. Ele trabalha como chef de cozinha. O moderno restaurante de Renê foi um presente da esposa. Já sua filha Adriana é muito inocente e não possui o mesmo glamour da mãe. A garota, que tem personalidade parecida com a de seu pai, é estudante de psicologia e tem orgulho de dizer aos seus amigos que não é ‘patricinha’, o que desagrada Tereza. O comportamento diferente entre mãe e filha causará bastante discussão entre elas durante o desenrolar do folhetim. Além de Adriana, Tereza tem outro filho, Renê Júnior (David Lucas), que passa quase o dia inteiro na frente do computador.

Tereza ficou órfã aos 18 anos e herdou, ao lado de seu irmão Paulo (Dan Stulbach), toda a herança da família. Com o dinheiro, Paulo resolveu abrir uma grife de moda praia ao lado da esposa Esther (Julia Lemmertz), que é estilista. O negócio do irmão se expandiu pelo mundo. Outra integrante da família é Íris (Eva Wilma), tia de Tereza, que é despachada pela sobrinha para Nova Iorque.

Na imensa casa da Barra da Tijuca trabalham Marilda (Katia Moraes), uma doméstica que se finge de invisível quando vê a patroa, Baltazar (Alexandre Nero), o motorista, e Crô (Marcelo Serrado), o grande confidente da ricaça, que faz de tudo para agradá-la.

Tão parecidas e tão diferentes


Griselda e Tereza Cristina são mulheres com histórias tão parecidas e tão diferentes ao mesmo tempo. Ambas são moradoras da zona oeste do Rio de Janeiro, são mulheres atuais, fortes e determinadas, com filhos, casa e amigos. Porém, com valores completamente diferentes. O que para uma é necessidade, para a outra é supérfluo. 
 


Divulgação/TV Globo


No entanto, com o desenrolar da trama, a vida de Griselda passará por uma grande transformação. De tanto jogar na loteria, ela será premiada com R$ 30 milhões. Resta saber como o dinheiro será recebido pela batalhadora e no que isso mudará sua vida e a de seus filhos. É na comparação entre as duas que “Fina Estampa” aproveitará para discutir o que mais pesa na atualidade: o caráter ou a aparência?

A Barra da Tijuca

O tradicional bairro da zona Oeste do Rio de Janeiro foi o escolhido para concentrar todos os núcleos de “Fina Estampa” e será o principal fio condutor entre os personagens. Para passar veracidade ao público, os nomes reais das diversas regiões do bairro foram mantidos.

A região do Quebra-Mar, onde reside a batalhadora Griselda, foi a primeira área construída no bairro e servia como uma vila de pescadores. O local é marcado por casas humildes e ruas estreitas à beira do canal de Marapendi.

O Jardim Oceânico é outro espaço importante na novela. Na principal rua da região estão a Igreja São Francisco de Paulo, o bar “Tupinambar”, do português Guaracy (Paulo Rocha), a oficina “Fashion Moto” e a casa lotérica onde Griselda faz suas apostas. Ali perto ainda está o “Quiosque do Álvaro” (Wolf Maia), um espaço zen próximo à praia.
 


O diretor Wolf Maia também atua como Álvaro em "Fina Estampa"
Foto: TV Globo/Renato Rocha Miranda


Já nas areias da praia, encontram-se espaços esportivos que serão usados por diversos personagens da trama, em uma tentativa de Aguinaldo Silva de retratar o estilo de vida ao ar livre dos moradores da Barra.  Os jogos de futevôlei e o dia a dia de uma pousada com ares de comunidade auto-sustentável completam o cenário da região.

Outro espaço importante é a favela da Muzema, localizada no Itanhangá. Por lá, circulam pessoas que aproveitam o camelódromo da favela para se sustentarem. Lá vive Celeste (Dira Paes), comadre de Griselda, casada com o machista e violento Baltazar (Alexandre Nero). O motorista da socialite Tereza Cristina se passa por um homem educado e discreto, mas que, quando está em casa, desconta todos os problemas em sua esposa. Mesmo com os argumentos apresentados por sua comadre, Celeste não pretende desmanchar o casamento, já que possui uma filha, Solange (Carol Macedo), fruto do relacionamento.

Tudo para conquistar a ‘faz tudo’

O estabelecimento “Tupinambar” será um ponto de encontro dos núcleos mais populares da novela. O local, que não é tão bem frequentado, é administrado por Guaracy Martins (Paulo Rocha), um dos poucos homens da região que não critica o comportamento e a aparência de Griselda.

No entanto, a boa relação dele com a personagem de Lília Cabral tem um motivo. Ele é apaixonado pela ‘faz tudo’. Aceitou até contratar o filho mais velho da amada, Quinzé (Malvino Salvador), mesmo sem o rapaz ter experiência no serviço. Mesmo assim, Griselda nunca deu a mínima para as investidas do português.

Ruídos na relação

A famosa crendice que afirma que um simples encontro pode mudar a vida de uma pessoa serve perfeitamente para a vida do casal Paulo Buarque (Dan Stulbach) e Esther Wolkoff (Julia Lemmertz). Quando ele se recusa a compartilhar um taxi aéreo com Danielle Fraser (Renata Sorrah), os pombinhos descobrem que Danielle é uma médica dona de uma clínica especializada em atender mulheres com dificuldades de engravidar.
 


Paulo (Dan Stulbach) e Esther (Julia Lemmertz)
Foto: TV Globo/Rafael França


No encontro, Esther percebe que Danielle poderá realizar seu sonho de ser mãe, impedida pela esterilidade de Paulo, descoberta há cerca de 20 anos. Para diminuir o sofrimento do esposo, Esther preferiu não tocar mais no assunto durante esse longo período.  Para superar a descoberta, o casal preferiu mergulhar no trabalho e criar a grife de moda praia “Fio Carioca”.

Mesmo com o sucesso da grife, Esther nunca conseguiu passar uma borracha no fato de não poder ser mãe. Por isso, resolve procurar Danielle em sua clínica. Porém, a tentativa de engravidar trará insegurança a Paulo, que não aceitará que outro homem dê à esposa, mesmo que por fertilização in vitro, um filho.

Paulo será convencido pela esposa, que começará o tratamento. Porém, ao perceber que Danielle e Esther se tornaram confidentes, o empresário tomará atitudes que prejudicam seu casamento e passará a se sentir no direito de também envolver uma terceira pessoa no casamento.

Laboratório

Assim como na maioria das produções televisivas, alguns atores resolvem realizar uma preparação prévia para interpretar os personagens da forma mais fiel possível. Foi o caso de Marcelo Serrado, que passou a frequentar boates e desfiles de moda para viver o mordomo gay Crô. Além disso, alguns filmes americanos como “Milk, a voz da igualdade” também serviram de inspiração para a composição do personagem.
 


Marcelo Serrado faz laboratório para viver o mordomo gay Crô
Foto: Divulgação/TV Globo
 

Já Júlia Lemmertz contou com a assessoria da estilista Lenny Niemeyer para interpretar uma mulher que sabe tudo de moda praia.  Enquanto isso, Lília Cabral e Malvino Salvador optaram por trabalhar com a intuição e a sensibilidade e não procuraram buscar referências em outros lugares.

Cenografia e arte

Em “Fina Estampa”, a direção de arte está sob responsabilidade de Mário Monteiro, enquanto Maurício Rohlfs é o responsável pela cenografia. Para a cidade cenográfica da novela, foram erguidos 5.600 m² em plena Central Globo de Produção, no Rio. Um dos maiores destaques é a reprodução de um quarteirão e meio da Rua Olegário Maciel, que seguiu os padrões de urbanização da região mais movimentada do Jardim Oceânico e permitirá aos telespectadores identificar que a novela passa na Barra da Tijuca.
 
Outras regiões reproduzidas foram a comunidade hippie do “Recanto da Zambeze”, que contará com um espaço para meditação e uma horta orgânica, e a favela da Muzema, que abrigará uma escola de samba e um camelódromo com 70 barracas. A construção da cidade cenográfica começou em maio, após quatro meses de planejamento e pesquisas.

Um diferencial na cenografia de “Fina Estampa” é que no folhetim de Aguinaldo Silva quase não haverá reproduções de escritórios ou empresas, já que a maior parte da novela se passa nas casas dos personagens. A residência de Griselda está localizada à beira do Canal de Maraependi. Para dar uma ideia de mofo, a pintura das paredes foi descascada. Além disso, o formato e o mobiliário da residência remeterão ao trabalho da protagonista. A casa é inspirada nos imóveis cubanos. A imagem de Nossa Senhora de Fátima, de quem a personagem é devota, será um dos destaques do local.

Já a mansão da personagem de Christiane Torloni é refinada e discreta. As cores predominantes são o preto e o branco, com um correto equilíbrio na decoração. Os objetos são sofisticados e existem obras de artes e grandes quadros espalhados pelos ambientes.

Estilo verão


As roupas usadas pelos personagens de “Fina Estampa” são assinadas por Beth Filipecki e Ronaldo Machado, que comandam uma equipe de 22 profissionais. Foram elaboradas 500 modelagens e estampas criadas com referências de cores e estilos do verão de 2012.

A vilã Tereza Cristina terá uma aparência esplendorosa, para destacar sua vaidade. Ela aparecerá na telinha usando vestidos longos, saias retas e blusas repletas de bordados e rendas. Já Griselda terá um visual bem simples, com direito a um macacão de trabalho, um boné de tons neutros e uma caixa de ferramentas.

A produção das roupas de praia, que apresentarão cores claras, com predominância do azul, foi realizada com a consultoria de Lenny Niemeyer, conhecida por seus modelos de maiô. A grande novidade dos figurinos da novela é a confecção de estampas em 3D, que lembrarão no vídeo o movimento das ondas das praias cariocas.

Autor e Diretor

Aguinaldo Silva começou sua vida profissional no jornal O Globo. Entre os anos de 1968 e 1978, ele foi editor das seções de polícia e cidade do jornal carioca. Em 1979 recebeu convite para escrever um seriado, o “Plantão de Polícia”, que marcou a estreia do autor na TV. Em 1982, Silva escreveu sua primeira minissérie para a TV Globo: “Lampião e Maria Bonita”. Seria o primeiro de vários trabalhos como “Bandidos da Falange” (1983), “Padre Cícero” (1984) e “Riacho Doce” (1990).
 


O autor Aguinaldo Silva
Foto: TV Globo/Alex Carvalho


A partir de 1984, Aguinaldo Silva passou a escrever folhetins para o principal horário de novelas da Globo. Entre suas principais tramas estão “Partido Alto” (1984), “Tieta” (1989), “Pedra sobre Pedra” (1992), “Fera Ferida” (1993), “A Indomada” (1997) e “Senhora do Destino” (2004). Seu último trabalho foi no seriado “Lara com Z”, transmitido neste ano pela TV Globo.
 

Entrevista exclusiva: Aguinaldo Silva lamenta boatos, pede explicações e fala sobre "Fina Estampa"


Em “Fina Estampa”, Aguinaldo Silva contará mais uma vez com a companhia do diretor Wolf Maia, que assinou o núcleo de “Senhora do Destino” (2004) e “Duas Caras” (2007).  O diretor começou sua carreira na telinha na década de 70 como ator na novela “Memórias de Amor”. Já em 1981, estreou como diretor em “Ciranda de Pedra”. Desde então, dirigiu várias novelas de sucesso como “Final Feliz” (1982), “Ti Ti Ti” (1985), “Barriga de Aluguel” (1990), “Mulheres de Areia” (1993), “A Viagem” (1994), “Uga Uga” (2000) e “Cobras e Lagartos” (2006).

Anote na agenda


"Fina Estampa" estreia nesta segunda (22), a partir das 21h, na Globo.

publicidade
publicidade